quarta-feira, 6 de outubro de 2010

Carta ao papai e a mamãe

Aos pais de crianças cardiopatas


Ser pai e mãe de cardiopata, é abdicar de planos e sonhos para viver uma vida de incertezas e sustos.

É travar pequenas batalhas todos os dias esperando que no final da luta saíamos todos vitoriosos, quando na verdade a grande vitória é nos mantermos de pé.

É rezar todos os dias para que possamos ver nossos filhos crescerem, irem a escola, namorarem, casarem terem seus próprios filhos, mas acima de tudo, amar tanto, tanto, que em alguns momentos apenas desejamos que eles não sofram mais.

É aprender a compartilhar a dor, entendendo que dor de mãe e pai não tem tamanho nem intensidade, é simplesmente DOR.

É descobrir que mãe e pai tem um estoque infinito de AMOR e de FORÇA, é brigar como nunca imaginamos que poderiamos, é chorar, rir, se desesperar, mas nunca desistir.

É ter marcas que jamais se apagam, que nos fazem recordar o quanto tudo valeu a pena.
É sentir a angustia da impotência e a felicidade de podermos estar aqui para dar a mão a estes seres tão especiais.

É não saber até quando teremos estes anjos conosco, e mesmo assim, agradecer cada minuto que estamos ao seu lado.
É finalmente compreender que amor de mãe e pai não respeita tempo nem espaço, ultrapassa os limites do infinito e da própria vida, sempre existiu e sempre existirá.

Texto de Valéria Guimarães de Macedo

4 comentários:

  1. Amor de pai e mãe não tem medida, porque não tem
    como mensurar esse sentimento que dá forças quando se pensa que já não se tem mais como, nem com o quê?
    Só se tem uma certeza: ele existe, e fica cada vez mais forte quando vocês olham para este ser que Deus confiou aos seus cuidados, e se Ele o fez alguma razão deve ter...

    ResponderExcluir
  2. vovó Sandra e vovô Carlão7 de outubro de 2010 08:05

    Amor de mãe e pai é inexplicável, arranca forças de onde não tem como arrancar. É um sentimento infinito, pois não tem como mensurar. Para ver um filho(a), ter pequenos momentos de felicidades,paz,saúde e alegrias damos a nossa própria vida. Amor de mãe e pai é incondicional...é simplesmente AMOR. Tenham sempre a certeza de que amamos muito vocês.

    ResponderExcluir
  3. Quero apenas complementar dizendo o seguinte: por não sabermos até quando teremos estes anjos especiais conosco é que verdadeiramente temos que aproveitar cada minuto, cada instante que Deus nos concede para estarmos ao lado dessas peças tão preciosas, que são presentes que Deus nos confiou. E que o mais importante diante de tudo o que acontece em nossas vidas é que nada acontece por acaso. Tudo tem um valioso sentido. E que o amor de Deus para conosco é infinito. Um grande abraço Ana e Manoel

    ResponderExcluir
  4. Deus só manda anjos para pessoas especiais.Antes de tudo dai graças.Ele sabia que vcs eram capazes de dar conta do recado e pelo seu texto nos prova isso.

    ResponderExcluir